Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

oraviva

oraviva

08
Abr18

O rigor o resto e o nada

publicado por júlio farinha

   António Sérgio, nos seus Ensaios, dá-nos conta da história seguinte: um revisor de texto encarregado de passar a pente fino as provas de um novo dicionário deparou-se com a seguinte situação. Na entrada de caranguejo, o autor  tinha simplesmente escrito: "peixe vermelho que anda às arrecuas". O nosso revisor anotou à margem: "não é peixe, não é vermelho, não anda às arrecuas. O resto está certo".

mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D